Instituto Ayrton Senna e SAE assinam acordo de colaboração

Objetivo é trabalhar em conjunto para realizar estudos e avaliações que poderão direcionar as políticas para o ensino público no Brasil

Um almoço realizado no Instituto Ayrton Senna (IAS), em São Paulo (SP), nesta quarta-feira, oficializou a parceria entre a ONG e a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) do governo federal. A presidente do IAS, Viviane Senna, recebeu o ministro de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, na sede da instituição para assinarem um acordo de colaboração técnica que viabilizará a realização de estudos sobre a qualidade e as condições do ensino no país e, consequentemente, contribuirá com a definição de políticas públicas para o setor. Também assinou o documento Ricardo Paes de Barros, subsecretário da SAE e pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA-DF).

Segundo o ministro, esta parceria é uma valiosa contribuição para que a sociedade desenvolva e solidifique sua identidade. “O trabalho do Instituto Ayrton Senna tem positivo impacto na construção dessa identidade. Há muito tempo a população vem batalhado apenas pela sobrevivência, e precisa alcançar outros valores”, comenta Franco. Viviane Senna acrescenta que a oficialização deste compromisso entre SAE e IAS foi feita em favor de uma proposta maior que é a educação. “Este é o fator que mais pode contribuir para diminuir o impacto das diferenças sociais. Quando as pessoas têm acesso à educação, as chances de entrarem na pobreza caem pela metade. É por resultados assim que trabalhamos todos os dias e tudo o que puder potencializar nossa atuação é muito favorável”.

Sobre o Instituto Ayrton Senna

O Instituto Ayrton Senna é uma organização não governamental, fundada em 1994, que atua em todo o país para ajudar a garantir educação pública de qualidade a crianças e jovens. Em 16 anos, já beneficiou cerca de 11,5 milhões de estudantes em mais de 1.300 municípios de 25 estados e Distrito Federal. Mais informações sobre esse trabalho no site www.senna.org.br.

Comentar este Artigo

Seu email não será publicado ou compartilhado. Campos necessários são marcados com *